15 de mai de 2007

Games e diversidade

Por Marsal Alves Branco

Os games e comunidades virtuais alternativas oferecem novas possibilidades de apreensão e expressão de identidades e relacionamentos. Possibilidades essas que não são antagônicos com outros tipos "mais tradicionais", mas que, acrescentando àqueles, os enriquecem e complexificam.
Os movimentos de apropriação, criação e publicização dessas culturas extrapola o terreno a que normalmente confinamos o digital, se espalhando pelo tecido social em todos os níveis da atividade humana. Penso, por exemplo (poderia ser qualquer outro) nos encontros de Cosplay, que partem dessa dita "cultura digital" e invadem os centros das cidades, os bares noturnos, praças e eventos diversos à volta do mundo, mostrando pessoas de todas as idades travestidas de seus personagens favoritos do mundo dos games. São Pac-Men andando nos centros urbanos, Laras Crofts pulando carnaval, vampiros passeando de ônibus em domingos de sol etc.

Nenhum comentário: